Senatus Nossa Senhora Aparecida - SP
Acesse a versão anterior do website Relatórios Circulares Fichas de Inscrição

História do Senatus Nosa. Sra. Aparecida


Primeira reunião da Curia Aparecida na cripta da Catedral

A Em 1954 surgiu a Legião de Maria em São Paulo..

A Paróquia de Nossa Senhora da Salette e o Colégio das Cônegas de Santo Agostinho tiveram o privilégio de reunir os primeiros apóstolos de Nossa Senhora.
Já anteriormente em 1952 o Pe. Simon, MS, conseguira permissão para organizar a Legião de Maria dentro de sua paróquia; a Madre Assumpção, C.R, pretendera o mesmo e, alcançada a devida licença, pedira à Enviada Joaquina Lucas que chegasse até São Paulo para instalar oficialmente os primeiros Praesidia. Assim nasceram os Prasidia Nossa Senhora da Salette e Immaculata.

Dedicaram-se, nos primeiros tempos, ao ensino de catecismo a crianças e adultos, visitas domiciliares e visitas a hospitais para cegas. Joaquina Lucas, depois de dar início a esses 2 praesidia, foi chamada a trabalhar em Goiás e só em setembro, após o Congresso Eucarístico Internacional, realizado no Rio de Janeiro em julho de 1955, pôde ela, já então em companhia de mais dois Enviados, Mary Clerkin e Alfonso Lambe, continuar a expansão da Legião de Maria em São Paulo. O Cardeal Motta, recebendo do Sr. Núncio as melhores informações sobre a nova Associação Mariana, pediu a Dom Antônio Maria Alves de Siqueira, seu Bispo Auxiliar, que orientasse os enviados nos trabalhos de extensão da Legião de Maria em nossa Capital. Com a sua recomendação, os enviados e as legionárias que os acompanharam na fundação dos primeiros núcleos, tiveram a melhor acolhida em todas as paróquias onde se apresentaram. Em bem pouco tempo, estava plantada a Legião de Maria em São Paulo e, sob as bênçãos de Nossa Senhora, iniciava frutuoso apostolado.

A 18 de outubro de 1955, um mês após a chegada dos enviados, era fundada a Curia Aparecida (hoje Senatus de São Paulo). A ela estavam filiados dezoito Praesidia; tal número, porém, em menos de um ano duplicou e assim, em maio de 1956 surgiu a nova Curia Mediatrix, com sede no Santuário das Almas, em Ponte Pequena, dirigindo os Praesidia de Santana e vizinhança. Em janeiro de 1957 desmembravam-se da Curia Aparecida mais alguns Praesidia, os de Vila Formosa e Água Rasa, para constituir a Curia Immaculata.


Reunião de instalação do Senatus N. Sra. Aparecida

O crescimento fantástico da Legião em São Paulo e, conseqüentemente, o enorme bem espiritual que dela derivava, levou algumas de suas legionárias, num entusiasmo missionário, a colaborar com o trabalho de extensão em Minas, Pernambuco, Bahia e interior do Estado.

Mas a Legião, com sua preocupação unicamente espiritual, não dispunha de recursos para conseguir, ou apenas manter uma sede. Foi quando, por intermédio do Diretor Espiritual, nos foi cedido, por um benfeitor que não quis divulgar o nome, um espaçoso conjunto no ponto mais central da cidade, inaugurado a 24/03/1957 (Rua Conselheiro Crispiano, 344 - Cj. 1.101 que se mudou para o atual Av. Liberdade, 91 - Sobreloja).

A partir desta data, os trabalhos aumentaram e novos pedidos de fundação na cidade e arredores e a colaboração, cada vez mais intensa de todos os legionários na extensão da Legião de Maria no Brasil, através de remessa de material, correspondência, noticiário etc.. veio provar ao Concilium, a necessidade de conceder à Curia Aparecida maiores poderes, elevando-a em setembro, ao grau de Comitium.
Em 28 e 29 de Dezembro de 1957 realizou-se, em São Paulo, o primeiro Congresso Legionário destinado especialmente aos legionários da Capital, do interior do Estado e do Paraná.

No dia 21/06/1959, o Concilium criou em São Paulo, o primeiro Senatus do Brasil e o primeiro, no mundo, em língua portuguesa. No dia 23/08/1959, realizou-se uma cerimônia memorável para o apostolado leigo, com a presença de sei Diretor Espiritual Dom Antônio Maria Alves de Siqueira, de inúmeros sacerdotes, religiosos e legionários.

Menos de 4 anos após a fundação da primeira Curia, a cidade de São Paulo passou a contar com um Senatus com jurisdição sobre os Estados de São Paulo, Paraná,Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Sul do Mato Grosso e por pouco tempo o sul de Minas Gerais.